quinta-feira, 14 de julho de 2016

Vinícola Fina a potência do terroir Sicíliano







             

Bom dia meus caros seguidores,  depois de um mês de férias voltando para falar da maravilhosa Sicília,  lugar de grandes encantos e de vinhos maravilhosos. 
Bem para falar dos vinhos de excelência da Sicília não tem como não falar da vinícola Fina,  uma vinícola jovem que nasceu por volta de 2002, mas que contou com paixão e dedicação do seu fundador o enólogo Bruno Fina a qual passou para seus filhos.  Teve como mentor ninguém menos que Giacomo Tachis grande enólogo italiano que ajudou a criar grandes vinhos italianos como o Sassicaia e o Tignanello,  reconhecidos internacionalmentes.
E dentro dessa história Bruno Fina procura sempre mostrar a identidade do território siciliano,  único e sem imitações,  vinhos de altissima qualidade e inesquecíveis.  Junto com Bruno,  seus filhos Marco Fina responsável de vendas,  Sergio Fina que ajuda na parte técnica e Federica Fina responsável de marketing levam avante essa vinícola de caráter famíliar. Bem vamos ao que enteresa,  fiz uma maravilhosa degustação no início de junho e falarei dos vinhos que tive o prazer de sentir.
Iniciei com o Grillo Kebrilla 2015 vinho branco de uva autoctona da Sicília,  boa sapididade,  ótima acidez,  perfumes de frutas como pera,  maçã,  bem mineral.
Logo depois degustei o vinho KiKÈ 2015,  feito da uva traminer aromático,  perfume bem intenso com uma mineralidade bem acentuada,  notas de flores brancas.  Um ótimo vinho.
Bem,  depois desses dois brancos passei para os tintos,  comecei com um Perricone 2015 ,  vinho autóctono da Sicília,  notas de frutas vermelhas como cereja, amora. Bem macio na boca,  aconselho com pratos de carne vermelha com molho suave.
Um tinto típico da Sicília que gostei muito foi o Nero d'Avola Fina 2014,  já bem complexo no nariz,  intenso e com setores de frutas maduras,  já com setores terciários como lenha,  verniz,  Taninos presentes,  mas não muito agressivos. Ideal para um bom churrasco.
O segundo Nero d'Avola Bausa selezione 2012 ,  vinho de grande complexidade e muito elegante, no nariz senti tabaco,  chocolate entre outros perfumes terciários.  Vinho da meditação.
Chegou a vez do grande nome da vinícola,  o vinho Caro Maestro,  um blend bordolese de altissimo nível,  elegante complexo e de uma maciez no paladar mesmo com dois anos de barril não é agressivo,  um vinho para quem gosta de qualidade e excelência.
Por último senti o El Aziz vinho doce feito da uva grillo,  bem equilibrado, não é enjoativo,  como tantos vinhos doces que exageram na quantidade de açúcar,  aconselho com sobremesas a base de massa e frutas secas.
Gostaria de agradecer a família Fina e Marco Fina pela gentileza e a disponibilidade de ter mostrado a vinícola e acompanhado a degustação. No Brasil vocês vão encontrar os vinhos degustados com a importadora Mercovino,  segue o link abaixo.  Um abraço a todos vocês amigos do vinho. 

http://www.cantinefina.it

http://www.mercovino.com.br/

















Nenhum comentário:

Postar um comentário